Ciência e Meio Ambiente Notícias

Temas

Home

Regulamentação para comércio eletrônico criou regras para o consumidor

No fim de 2017, uma nova regulamentação para o comércio eletrônico brasileiro entrou em vigor. As novas regras para venda de produtos online envolvem mudanças na divulgação de preços, detalhamento das informações dos produtos a serem fornecidas e das opções de frete disponíveis, além de questões relacionadas à segurança e credibilidade da página.

De acordo com Breno Nogueira, especialista em comércio eletrônico e Head da Loja Integrada plataforma para a criação de lojas virtuais mais popular do país com mais de 500 mil lojas criadas, as normas surgem com o intuito de fornecer informações mais claras aos consumidores e, assim, melhorar suas experiências de compra, assim como proporcionar maior credibilidade às lojas.

Com a nova lei, os lojistas precisam disponibilizar informações mais completas e claras sobre os produtos. Porém, é preciso redobrar o cuidado nesse quesito. É importante que todo o conteúdo fornecido seja original e o mais completo possível. Além de ajudar no SEO da loja, facilitando o ranqueamento da página e aumentando as chances de ser encontrada em buscas orgânicas, esse fator também é importante para reduzir possíveis dúvidas dos clientes, já que todas as informações relevantes do produto estarão à disposição.

“Isso reduzirá também eventuais problemas que envolvam a lei do consumidor, já que o cliente não poderá alegar que determinada informação não estava à mostra”, explica Nogueira. (#Envolverde)

Rua Domingos Marreiros, 49. Sala/210. CEP- 66.055-210
Belém - PA
Fone/Fax: 3242-5264
E-mail:
oliverbrasil9@gmail.com