Ciência e Meio Ambiente Notícias

Temas

Home

Câncer de próstata: Dieta rica em gordura aumenta chance de metástase, diz estudo

Em cobaias, pesquisa israelense testou medicamento para bloquear ação da gordura no tumor: células cancerígenas regrediram e deixaram de se espalhar pelo organismo.

Gordura é um fator importante para a metástase, quando pacientes possuem poucas opções terapêuticas, diz estudo (Foto: Eder Ribeiro/ EPTV)

Gordura é um fator importante para a metástase, quando pacientes possuem poucas opções terapêuticas, diz estudo (Foto: Eder Ribeiro/ EPTV)

dieta ocidental rica em gordura promove a metástase no câncer de próstata, diz estudo em cobaias publicado na "Nature Genetics" e na "Nature Communications" nesta quarta-feira (16).

Cientistas do Centro Médico Beth, em Israel, decidiram testar em camundongos uma hipótese já conhecida pela ciência: que pessoas obesas têm mais chance de desenvolver alguns tipos de câncer, como o de mama e o de próstata.

O que os levaram à desconfiar da gordura foi o seguinte dado estatístico: enquanto o câncer de próstata afeta 10% dos homens nas nações asiáticas, essa taxa sobe para cerca de 40% quando eles imigram para os EUA, onde a dieta é mais gordurosa.

O dado, assim, indica que a doença está relacionada a outros fatores -- e não somente os genéticos.

A próstata é uma pequena glândula localizada entre a bexiga e a pélvis do homem (Foto: Reprodução/TV Tapajós)

A próstata é uma pequena glândula localizada entre a bexiga e a pélvis do homem (Foto: Reprodução/TV Tapajós)

Para chegar aos resultados, primeiro, pesquisadores identificaram em cobaias que um gene (PML) que inibe o crescimento do tumor, estava ausente em cerca de 1/3 dos pacientes metastáticos.

Eles também verificaram que cerca de 20% dos tumores metastáticos não possuem um outro gene inibidor de crescimento tumoral, o PTEN.

Em cobaias, eles compararam os dois tipos de tumores - os que apresentam ausência apenas do gene PTEN versus tumores metastáticos com ausência de ambos os genes.

Pesquisadores descobriram que ambos os tumores metastáticos produziram grandes quantidades de lipídios ou gorduras.

Em testes em cobaias, tumor regrediu e deixou de se espalhar (Foto: Pixabay)

Em testes em cobaias, tumor regrediu e deixou de se espalhar (Foto: Pixabay)

Medicamento já descoberto inibe metástase

Com os dados em mãos, pesquisadores testaram uma molécula chamada "fatostatin", investigada para a obesidade.

Em cobais, a molécula bloquearam a produção de gordura, regrediram e não mais apresentaram metástase.

O estudo abriu, assim, apota ara qe testes sejam conduzidos com a droga.

 

Rua Domingos Marreiros, 49. Sala/210. CEP- 66.055-210
Belém - PA
Fone/Fax: 3242-5264
E-mail:
oliverbrasil9@gmail.com