Ciência e Meio Ambiente Notícias

Temas

Home

Governo de SP desviará águas de mais um rio para matar a sede de SP

Depois de ter retirado as águas do Rio Jaguari, do Rio Guandú, desviado as águas do Rio Paraíba do Sul, agora o Governo do Estado de São Paulo pretende retirar de 2 mil litros de água por segundo do Rio Itapanhaú, de Bertioga, e transferir para o Sistema Produtor Alto Tietê, que abastece a capital e a região metropolitana.

No entanto, nenhuma solução para despoluir os rios do Alto Tietê e do Pinheiros, inclusive os córregos e ribeirões urbanos, são adotadas. A sede de São Paulo é ainda pequena diante da insaciabilidade dos políticos.

De acordo com ambientalistas e ativistas do Movimento Salvem o Rio Itapanhaú, a retirada de até 216 milhões de litros por dia, que corresponde a 10% de sua vazão, não foi avaliada adequadamente quanto aos seus impactos.

Segundo eles, a obra causará impactos negativos, diretos e indiretos, em áreas ambientais da Serra do Mar, bem como nos ecossistemas de restinga e mangue no curso do Rio.

Para debater esse quadro, haverá uma audiência pública na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) no próximo dia 08 (terça), às 10h. (#Envolverde)

Rua Domingos Marreiros, 49. Sala/210. CEP- 66.055-210
Belém - PA
Fone/Fax: 3242-5264
E-mail:
oliverbrasil9@gmail.com