Ciência e Meio Ambiente Notícias

Temas

Home

Moscou teve apenas seis minutos de sol em dezembro

O último mês de 2017 bateu o recorde de menor incidência de luz solar na cidade


Por Da redação
Centro de Moscou na Rússia

Carros se movem em um engarrafamento durante as celebrações de Ano Novo no centro de Moscou, na Rússia - 28/12/2017 (Pavel Golovkin/AP)

Dezembro bateu o recorde de menor incidência de sol na cidade de Moscou, na Rússia. Segundo o principal centro meteorológico do país, foram registrados apenas seis minutos de sol na cidade durante os últimos 31 dias de 2017.

O último mês do ano é tradicionalmente o mais escuro na Rússia. Porém, em média, Moscou recebe dezoito horas de incidência solar direta em dezembro todos os anos. Em 2017, porém, o sol não brilhou totalmente livre de nuvens nenhuma vez durante todo o mês.

Segundo Roman Vilfand, chefe do Meteonovosti, o principal centro de meteorologia do país, os russos puderam observar o sol entre as nuvens por apenas seis ou sete minutos. “Foi uma situação extraordinária este ano”, disse ao portal russo RBC Business.

Vilfand explicou que o céu excepcionalmente nublado de Moscou em dezembro foi causado pela passagem de ciclones, que trouxeram pesadas massas de ar do Atlântico para a região.

O recorde anterior de escuridão em Moscou foi registrado em dezembro de 2000, quando a capital teve apenas três horas de incidência da luz do sol durante todo o mês.

 

Rua Domingos Marreiros, 49. Sala/210. CEP- 66.055-210
Belém - PA
Fone/Fax: 3242-5264
E-mail:
oliverbrasil9@gmail.com